Floresta TV

preview.jpg

Sabemos que a Floresta Amazônica é considerada o coração do mundo por ser o maior polo de biodiversidade do planeta, e vivemos em uma nova era onde a sociedade está plenamente ciente da necessidade de preservação da vida e do meio ambiente.

Paralelamente, segundo nossas tradições originárias estamos vivendo o Novo Pensamento, conhecido como Xinã Bena. Após séculos de perseguição, exploração e conflitos, estamos ganhando voz ativa na sociedade e acreditamos que é chegado o momento de abrir-nos para interagir com o mundo todo.

Neste Novo Tempo, todos colaboramos e juntos cocriamos um novo mundo, feito por nós, Povos Coloridos: todas as raças de todas as cores alcançam uma nova forma de sentir e integrar o verdadeiro Xinã Bena e atuar em prol das florestas. Cientes de nossa importância e nossos direitos, queremos mostrar nosso legado cultural e nossa maneira de enxergar o ser humano como parte da natureza.

Estamos gritando por atenção há mais de 500 anos. Nossa premissa é engajar cada vez mais pessoas na conservação da biodiversidade e desta cultura ancestral que tanto pode ajudar o planeta com nossos conhecimentos milenares sobre viver em harmonia com a floresta.

Pedimos pela REJEIÇÃO do Projeto de Lei 490 de 2007, que está tramitando na Câmara dos Deputados e versa sobre a mudança na legislação sobre a demarcação de territórios dos Povos Originários no Brasil. O texto do PL 490, e seus adendos, abre caminho para nosso extermínio e a desertificação da Floresta Amazônica. Sendo assim, é irrefutável que este projeto de lei deve ser REJEITADO em sua totalidade pela Casa Legislativa deste país, bem como os demais projetos que tramitam com o mesmo tema e propósito.

Por fim, estamos cientes de uma urgência global e incorporamos uma agenda de políticas de proteção e defesa planetária quando falamos do maior berço da biodiversidade do planeta. Somos o movimento de mudança, somos os Guardiões da Floresta.